Documents of 20th-century Latin American and Latino Art

www.mfah.org Home

IcaadocsArchive

Document first page thumbnail
  • ICAA Record ID
    1111440
    TITLE
    Paradoxos da modernidade / Rodrigo Naves
    IN
    Sérgio Sister. -- São Paulo : Galeria Paulo Figueiredo, 1996
    LANGUAGES
    Portuguese
    TYPE AND GENRE
    Book/pamphlet article – Essays
    BIBLIOGRAPHIC CITATION
    NAVES, Rodrigo. Paradoxos da modernidade. In: Sérgio Sister. São Paulo: Galeria Paulo Figueiredo, 1996.
    TOPIC DESCRIPTORS
    NAME DESCRIPTORS
    Sister, Sergio
    GEOGRAPHIC DESCRIPTORS
Synopsis

The synopsis in English are coming soon.

Leia esta sinopse em português
Synopsis

Análise do crítico de arte Rodrigo Naves sobre a obra do artista Sérgio Sister. O autor toma como ponto de partida as "lições" que o pintor italiano Giorgio Morandi teria para oferecer à arte contemporânea: ao retomar formulações estéticas aparentemente extemporâneas, quando a modernidade vivia "certo compasso de espera"; por enfrentar as tensões de um meio que, após a tradição de rupturas das vanguardas, não oferecia resistência. Para Naves, a pintura de Sérgio Sister viveria dilema parecido, sem pretender transgressões formais, com uma produção que é, antes, "um esforço para dificultar a expressão". Daí a presença discreta das obras do pintor, fruto de um excesso de trabalho para um resultado ínfimo em efeitos. Isso tampouco significaria um elogio da manufatura, segundo o autor, já que as pinturas de Sister trariam consigo uma estética ciosa e paciente de suas origens e destinação.

Revert to English synopsis
Annotations

The annotations in English are coming soon.

Leia este comentário crítico em português
Annotations

O texto está publicado no catálogo da exposição individual de Sérgio Sister em 1996, na galeria Paulo Figueiredo, em São Paulo. As obras apresentadas pelo artista na mostra caracterizam-se por faixas de cor de tonalidades aproximadas, com pinceladas curtas, em direções diferentes, empregando tintas metálicas. Em geral, a vibração cromática produzida pelos pincéis, ao mesmo tempo em que estrutura o quadro, retém a luminosidade dos pigmentos. Rodrigo Naves enfatiza, nesta apresentação, que tais operações e procedimentos não interessam pela "exterioridade dos atos", mas por sua própria constituição problemática, que "se interroga a cada movimento".

 

n- Revalorização da pintura , nos anos 80

Revert to English annotations
Researcher
Equipe Brasil: José Augusto Ribeiro
Team
FAPESP, Sao Paulo, Brazil
Credit
Reproduzido com o consetimento do autor, São Paulo, BR
Location
Galeria Nara Roesler