Documents of 20th-century Latin American and Latino Art

www.mfah.org Home

IcaadocsArchive

Document first page thumbnail
  • ICAA Record ID
    1111312
    TITLE
    Vislumbres de encantamento
    DESCRIPTION
    6p.
    LANGUAGES
    Portuguese
    TYPE AND GENRE
    Book/pamphlet article – Catalogs
    BIBLIOGRAPHIC CITATION
    CAMERON, Dan. Vislumbres de encantamento. In: FORTES, Márcia (curad.). Espelho cego: seleções de uma coleção contemporânea. Rio de Janeiro; São Paulo: Paço Imperial; MAM-SP, 2001. p.15-20.
Editorial Categories [?]
Synopsis

In this text, North American curator Dan Cameron asserts that it is difficult to take stock of the vast work and public role of São Paulo-based gallerist Marcantonio Vilaça. The text holds that Vilaça performed a crucial mission in forging a cohesive international culture. To satisfy his curiosity, he collected a range of works that reflected the breath of his tastes and interests. He eventually discovered that works from different contexts can have a similar sensibility. Cameron calls the gallery Vilaça opened in the Vila Madalena section of São Paulo the first “trans-Latin” gallery. The project demonstrated that Brazilian artists were forming a powerful hybrid culture. Vilaça’s critical yet sensual vision determined which artists he chose to work with: Lygia Clark, Hélio Oiticica, Lygia Pape, Cildo Meireles, Tunga, Waltércio Caldas, and Mira Schendel. The artists from the next generation with whom he worked include Vik Muniz, Leonilson, Ernesto Neto, Jac Leirner, photographer Rio Branco, Adriana Varejão, Beatriz Milhazes, Iran do Espírito Santo, Rivane Neuenschwander and José Damasceno, all of whom benefitted from Vilaça’s ability to bring their work to the international scene. In other words, Vilaça’s work evidences, in Cameron’s view, that an individual is capable of changing the direction of the “taste” that circulates internationally, thus facilitating knowledge of the thought process that underlies a collection. 

Leia esta sinopse em português
Synopsis

O texto comenta a dificuldade de fazer um balanço das realizações de Marcantonio Vilaça, dada a multiplicidade de sua atuação. Considera que o galerista cumpriu sua missão de aglutinador internacional da cultura. Afirma que o galerista colecionava arte para saciar sua curiosidade e a diversidade de seus gostos e interesses, para descobrir como trabalhos produzidos em diferentes contextos podiam comunicar e tocar sua sensibilidade. Define a galeria fundada pelo colecionador como a primeira translatina, que servia para demonstrar que os artistas brasileiros criaram uma cultura artística híbrida e convincente. Afirma que seu olhar para arte era crítico e ao mesmo tempo sensual, o que demarcou a escolha de artistas como Clark, Oiticica, Pape, Meireles, Tunga, Caldas e Schendel. Também atesta que os artistas da geração seguinte, Muniz, Leonilson, Neto, J. Leirner, Rio Branco, Varejão, Milhazes, de Souza, I. do E. Santo, Neuenschwander, Damasceno, beneficiaram-se da coincidência entre a repercussão internacional de seus trabalhos e a atuação de Vilaça. Sua coleção comprova, para o autor, que uma pessoa pode ajudar a trocar a direção do gosto internacional, além de possibilitar conhecer o processo de pensamento que fundamenta a formação de uma coleção. Finalmente, afirma que a coleção sintetiza a arte de seu tempo.

Revert to English synopsis
Annotations

This text by North American curator Dan Cameron serves as a posthumous tribute to the memory and career of celebrated São Paulo gallerist Marcantonio Vilaça (1962–2000). It was featured in the catalogue to the show of the Coleção Marcantonio Vilaça curated by Marcia Fortes exhibited from May 3 to June 10, 2001 at the Paço Imperial in Rio de Janeiro; the show was later on exhibit at the Museu de Arte Moderna de São Paulo (August 24 to October 14, 2001). The exhibition was organized around what the curator’s preface calls “modules of poetic affinities.” The Vilaça collection does not, the text argues, reflect concerns limited to Brazilian art; the local and foreign pieces in it work together to formulate multicultural readings where links and counterpoints are brought to light. Each module was named for a verse of Brazilian poetry: “education by the stone and after” featured works that center on form and material; “another vision beyond the primary” featured conceptual works; “pause to appreciate the pleasure of adornment” featured works that emphasize the decorative in painting; “among madmen, the dead, and children” featured works with a political or social bent; and “when the soul scatters before the world around us” featured individual works that formulate collective concerns. 

Leia este comentário crítico em português
Annotations

O texto do curador norte-americano Dan Cameron cumpre a função de homenagem póstuma e reflexão sobre a trajetória do galerista Marcantonio Vilaça. Ele é parte do catálogo que registra a exposição da Coleção Marcantonio Vilaça, curada por Marcia Fortes. A exposição esteve em cartaz de 3 de maio a 10 de junho de 2001, no Paço Imperial do Rio de Janeiro, e de 24 de agosto a 14 de outubro de 2001, no Museu de Arte Moderna de São Paulo. A exposição organiza a coleção por "módulos de afinidade poética", como justifica a curadora em seu texto de apresentação. Afirma, também, que a coleção de Vilaça não se prende às questões exclusivas da arte contemporânea no Brasil, mas integra manifestações locais e estrangeiras, oferecendo a possibilidade de leituras multiculturais que ressaltam elos e contrapontos. Cada módulo foi nomeado com versos retirados da poesia brasileira: a educação pela pedra e depois (com obras de forte cunho formal ou matérico); um outro ver além do primário (com obras de caráter conceitual); se para apreciando por prazer de enfeite (ênfase na pintura e no decorativo); entre os loucos, os mortos e as crianças (obras de temática política ou social); quando a alma se dispersa no mundo à sua volta (obras que tematizam visões individuais de questões coletivas).

 

Ver também:

HERKENHOFF, Paulo e MORAES, Angélica (orgs.). Marcatonio Vilaça. São Paulo: Cosac & Naify, 2001.

 

m- Internacionalização da cultura. Artista cidadão do mundo.

m- Novo formato do empreendimento artístico e agenciamentos da sociedade de mercado

Revert to English annotations
Researcher
Equipe Brasil: Fernanda Pitta
Team
FAPESP, Sao Paulo, Brazil
Credit
Courtesy of Dan Cameron, New York, NY
Location
Biblioteca da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo