Documents of 20th-century Latin American and Latino Art

www.mfah.org Home

IcaadocsArchive

Document first page thumbnail
Editorial Categories [?]
Synopsis

In this text, researcher Otília Arantes reflects on the impact of recent initiatives in France to restore the country’s position as a world center of twentieth-century cultural production. The projects undertaken and investments made form the basis for a wide discussion of what is at stake in a transformation of culture that encompasses architecture as well—a transformation that would mostly benefit a privileged sector of the economy in the age of post-industrial capitalism in which, startlingly, the power of the State plays a key role.

Leia esta sinopse em português
Synopsis

Otília Arantes reflete sobre o impacto das iniciativas francesas que visam recolocar a França como um centro e referência mundial da produção cultural no século XX. Avalia os projetos e o montante de investimentos feitos por esse país e os toma como ponto de partida para a discussão do significado da transformação da cultura (arquitetura aí incluída) em um setor privilegiado da economia na era do capitalismo pós-industrial, bem como de seu lugar central na representação do poder do Estado.

Revert to English synopsis
Annotations

In the wake of the initiative that gave rise to the Centre Georges Pompidou—a resounding public success—researcher Otília Arantes argues that France is reasserting itself as “International Cultural Capital.” In both its terms, the administration of French President François Mitterrand undertook a large number of projects along those lines, among them the Musée d’Orsay, the Parc de La Villette, the arc of La Défense, the Opéra Bastille, the Quai de Bercy, the Institut du Monde Arabe, and the Louvre’s glass pyramid—all of them a backdrop for the Beaubourg building, or the Centre Georges Pompidou, designed by architect Renzo Piano. There seems to be a parallel between the architectural rationalism of the modern era and the undeniable urge to rationalize social life as well. In Arantes’s view, the projects in Paris are an attempt “to stage” rather than “to represent” or “to realize” that vast Idea. The projects undertaken by Mitterrand’s Socialist administration are an attempt to “symbolize the space” of Paris mainly in order to represent culture as a question of business, thus updating the image of France in the context of contemporary capitalism. There is, then, a simulation or “simulacrum” of transparency between forms of life and social relations, though that transparency is never actually achieved. 

Leia este comentário crítico em português
Annotations

A partir da iniciativa de criação do Centre Georges Pompidou, e de seu sucesso de público, Arantes analisa como a França busca se reafirmar como "Capital Internacional da Cultura". O grande pacote de obras do presidente francês François Mitterand - a construção do Musée D'Orsay, do Parc de La Villette, do arco de La Défense, da Opera Bastille, do Quai de Bercy, do Institute du Monde Arabe e da Pirâmide do Louvre, entre outros, na esteira da operação iniciada pelo Beaubourg - parece retomar a grande era moderna em que o racionalismo arquitetônico andava de mãos dadas com a vontade de racionalizar a vida social. Entretanto, segundo Arantes, agora se trata de representar essa idéia, de encená-la, não de realizá-la. Os projetos empreendidos pelo governo de François Mitterand promovem uma operação de simbolização do espaço de Paris que visa, antes de tudo, representar a cultura como um negócio e atualizar a imagem da França no cenário do capitalismo contemporâneo. Fazem isto simulando uma transparência entre formas de vida e relações sociais que não se concretizam realmente.

 

Ver também:

Arantes, Otília. Os Novos Museus. Novos Estudos CEBRAP, n 31, outubro 1991.

 

m- Novo formato do empreendimento artístico e agenciamentos da sociedade de mercado

Revert to English annotations
Researcher
Equipe Brasil: Fernanda Pitta
Team
FAPESP, Sao Paulo, Brazil
Location
Biblioteca da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo