Documents of 20th-century Latin American and Latino Art

www.mfah.org Home

IcaadocsArchive

Document first page thumbnail
Editorial Categories [?]
Synopsis

The curators of the twentieth São Paulo Biennial who wrote this text look to Susan Sontag’s essay “Against Interpretation” to illustrate the continuity of modernism in the work of major artists from a number of countries. The aim of this biennial was to present some of that production from a stance against interpretation that was understood in both general and specific terms. Stella Teixeira de Barros was the curator of Brazilian work produced at a time when “Postmodernism was bringing down aesthetic and ideological barriers.” The biennial “Special Exhibitions” section featured an exhibition presented by Gabriel Borba with work by Vilanova Artigas and Paulo Mendes da Rocha, representatives of “São Paulo Architecture.” Casimiro Xavier de Mendonça presented the exhibition “Pintura Abstrata, efeito bienal, 1954–1963” with abstract informalist work from a period that spanned from the first biennial to the military coup of 1964, which compromised the original conception of the event. Cesar Luís Pires de Mello presented the “Banco do Brasil Special Exhibition” dedicated to the work of modern Brazilian sculptor Victor Brecheret and also featuring two works by Francisco Brennand donated to the Fundação Bienal. Artist Maria Bonomi undertook a tribute to the “discreet” master printer Octávio Pereira, who was the engine behind lithography in Brazil.

Leia esta sinopse em português
Synopsis

Baseado no ensaio de Susan Sontag "Contra a interpretação", o curador apresenta seu trabalho para a 20a Bienal, cujo objetivo seria demostrar a continuidade da revolução moderna feita por grandes artistas de várias partes do mundo. Destaca o trabalho dos outros curadores e afirma que a intenção desta Bienal, portanto de sua curadoria, é apresentar parte da produção contemporânea sem forçar uma interpretação geral sobre seu significado. Stella Teixeira de Barros apresenta a proposta da curadoria brasileira: "oferecer, de modo sintético, contexto que espelhe qualitativamente a rica multiplicidade de oscilações que este final de século cultiva em ritmos turbados". Esta proposta corresponderia ao momento de "rompimento das barreiras estéticas e ideológicas que a pós-modernidade propiciou". As salas especiais: Gabriel Borba apresenta as exposições de Vilanova Artigas e de Paulo Mendes da Rocha como representação mais fiel e clara da chamada "Arquitetura Paulista"; Casimiro Xavier de Mendonça apresenta a sala "Pintura Abstrata, efeito bienal, 1954-1963", reunindo obras do abstracionismo informal que marcaram ou foram influenciadas pelas bienais do período recortado; Cesar Luís Pires de Mello apresenta a "Sala Especial Banco do Brasil", dedicada a Victor Brecheret e a mostra de duas esculturas de Francisco Brennand, doadas à Fundação Bienal; Maria Bonomi apresenta a sala em homenagem ao Mestre-Impressor Octávio Pereira, artista "discreto" que teria sido o responsável pelo desenvolvimento da litografia no Brasil. A exposição com obras de Octávio Pereira "apresenta o inventário parcial de obras realizadas sob sua orientação e até mesmo participação", além de "exercícios gráficos, musicais e pictóricos".

Revert to English synopsis
Annotations

Carlos Von Schmidt was the curator of the international section of the twentieth São Paulo Biennial; João Cândido Galvão was the curator of the Eventos Especiais section; and Stella Teixeira de Barros, a part of the Comissão de Arte e Cultura, was curator of the national section. Together, the curators attempted to return to a division of shows by country, eschewing a structure based on analogies of language imposed by Professor Walter Zanini; they resumed granting prizes, which sparked debate in the Brazilian critical and artistic milieus. 

 

Art critic Carlos Von Schmidt was the curator of the 1979 and 1989 São Paulo Biennials. Professor of aesthetics and of art history at the Faculdade de Arte Santa Marcelina in São Paulo, Stella Teixeira de Barros was the head of the Visual Arts Division of the Centro Cultural São Paul (CCSP) from 2001 to 2004. Casimiro Xavier de Mendonça is an art critic. Cesar Luís Pires de Melo is a freelance curator. Visual artist Maria Bonomi had participated in a number of previous São Paulo biennials, as well as other international events, and formed part of the fourteenth biennial Conselho de Arte e Cultura.

Leia este comentário crítico em português
Annotations

Carlos Von Schmidt foi curador da seção internacional da exposição; João Cândido Galvão foi responsável pelos Eventos Especiais; e Stella Teixeira de Barros organizou a seção nacional, juntamente com a Comissão de Arte e Cultura. Os novos curadores optam por resgatar a divisão da mostra por países, abandonando a organização por analogias de linguagem inaugurada por Walter Zanini no começo da década, e por voltar a atribuir premiações, ambas decisões que causaram muita polêmica entre os críticos e artistas na época. Carlos Von Schmidt, crítico de arte, foi curador das bienais de 1979 e 1989; Stella Teixeira de Barros dirigiu a divisão de artes plásticas do CCSP (2001-2004), é professora de Estética e História da Arte na Faculdade de Arte Santa Marcelina (São Paulo). Casimiro Xavier de Mendonça, crítico de arte. Cesar Luís Pires de Melo, curador independente. Maria Bonomi, artista plástica, expôs em diversas edições da Bienal de São Paulo e muitas outras exposições internacionais; integrou o Conselho de Arte e Cultura da XIV Bienal de São Paulo.

 

k- Atuação curatorial

m- Bienal de São Paulo

Revert to English annotations
Researcher
Polyana Canhete
Team
FAPESP, Sao Paulo, Brazil
Credit
From Carlos Von Schmidt. Arquivo Histórico Wanda Svevo /Fundação Bienal de São Paulo
Location
Arquivo Histórico Wanda Svevo, Fundação Bienal de São Paulo