Documents of 20th-century Latin American and Latino Art

www.mfah.org Home

IcaadocsArchive

Document first page thumbnail
  • ICAA Record ID
    1111018
    TITLE
    Urgência da atualização
    IMPRINT
    Cuiabá, Brasil : [s.n.], 15 jun. 1984
    DESCRIPTION
    1p.
    LANGUAGES
    Portuguese
    TYPE AND GENRE
    Journal article – Manifestoes
    BIBLIOGRAPHIC CITATION
    Urgência da atualização. Boletim Diário do Museu de Arte e Cultura Popular, Cuiabá, p.[2], 15 jun. 1984.
    TOPIC DESCRIPTORS
    GEOGRAPHIC DESCRIPTORS
Synopsis

This document calls for the formation of a “visually” demanding audience in Cuiabá in the state of Mato Grosso, Brazil, and for greater contact between the local culture and other cultures in the country in order to build awareness of regional specificity. The text highlights the use, in this publication, of reproductions that have undergone creative manipulation. In closing, the author advocates creating a visual archive to encourage further exchange with actors beyond the local scene. One of the goals identified is the development of a conceptual basis for a “unique point of view” for all the outlying regions of Brazil.

Leia esta sinopse em português
Synopsis

Manifesta a urgência de se criar um público visualmente exigente em Cuiabá e a necessidade de que a cultura local se confronte com outras, de modo a criar consciência da própria especificidade. Ressalta a importância de utilizar na revista reproduções de originais, por meio de sua manipulação criativa. Declara a finalidade de criar um arquivo visual provocador de confrontos. Propõe a conceituação de um ponto de vista próprio para o interior do Brasil.

Revert to English synopsis
Annotations

This document serves to illustrate the scope of avant-garde expression, especially as related to visual poetics, disseminated throughout distant regions of Brazil. Owing to reproductions in graphic media, it has been possible to create regional centers whose uniqueness [in terms of expression] is not compromised by communication with—as opposed to dependence on—the major metropolises of São Paulo and Rio de Janeiro. In this respect, Mail art is a means of communication but is also mostly the source of a new Latin American art from the remote regions of the continent.

 

Under the auspices of the Museu de Arte e Cultura Popular (MACP), the Cinco e Meia project was held at the Universidade Federal de Mato Grosso [do Norte] in the capital of the state of Cuiabá from June 15 to June 30, 1984. The Boletim Diário, coordinated by Wladepino (Wlademir Dias Pino) and Clóvis (Clóvis Irigaray), was a visual document with images from films, graphic poems with key words, and other illustrations. In 1973, art critic Aline Figueiredo and artist Humberto Espíndola created the MACP-UFMG, which they directed until 1982.

 

Poet, visual artist, and graphic designer, Wlademir Dias Pino (b. 1927) created a variation of Concrete poetry known as the “process poem,” whose advocates included politician and art administrator Mário Chamie. Born in Rio de Janeiro, his career began in the forties. He participated in the Exposição Nacional de Arte Concreta held in 1956, and in the IX and XIV São Paulo Biennials held in 1967 and 1977 respectively. He was a professor at the Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) from 1973 to 1978, and from 1978 to 1993, at the Universidad Federal de Minas Gerais (UFMG), where he worked on the Mail art project.

 

Clóvis Irigaray—along with Adir Sodré and Gervane de Paula—formed part of a group of artists that emerged in Mato Grosso in the seventies.

In Pernambuco, another region removed from the centers of art in Brazil, Paulo Bruscky developed similar ideas in his approach to the national and international history of Mail art in “Arte correio e a grande rede: hoje, a arte é este comunicado” [doc. no. 1110683]. 

Leia este comentário crítico em português
Annotations

O documento revela a disseminação das poéticas visuais, em várias regiões do país, devido à possibilidade de reprodução gráfica e a criação de pólos regionais singulares em comunicação, mas não na dependência dos grandes centros. O Projeto Cinco e Meia, promovido pelo Museu de Arte e Cultura Popular, foi realizado na biblioteca da Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, entre 15 e 30 de junho de 1984. O Boletim Diário foi editado por Wladepino (Wlademir Dias Pino) e Clóvis (sem identificação do sobrenome), constituindo um documento visual contendo imagens de cinema, poemas gráficos e ilustrações.. O Museu de Arte e Cultura Popular da Universidade Federal de Mato Grosso foi criado em 1973 pela crítica de arte Aline Figueiredo e pelo artista Humberto Espíndola, que o dirigem até 1982. Wlademir Dias Pino é poeta, artista plástico e designer gráfico. Natural do Rio de Janeiro, iniciou sua trajetória em Cuiabá, na década de 1940. Ligado à poesia visual, faz parte dos movimentos de Poesia Concreta e Poema/Processo. Participa da Exposição Nacional de Arte Concreta, em 1956, e da IX e da XIV Bienais de São Paulo (1967/77). Foi professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro entre 1973 e 1978, e da Universidade Federal de Mato Grosso, em Cuiabá, de 1978 a 1993. Clóvis Iragaray faz parte da geração de artistas de Mato Grosso surgida na década de 1970, como Adir Sodré e Gervane de Paula.

 

b- Centro e periferia: subdesenvolvimento e dependência

k- Nova função do museu como espaço experimental

l- Formação de nova rede institucional e suas estratégias

Revert to English annotations
Researcher
Equipe Brasil: Marco Andrade
Team
FAPESP, Sao Paulo, Brazil
Location
Acervo Pessoal Ana Maria Belluzzo