Documents of 20th-century Latin American and Latino Art

www.mfah.org Home

IcaadocsArchive

Document first page thumbnail
Editorial Categories [?]
Synopsis

In this article critic Wilson Coutinho emphasizes Luiz Áquila’s pictorial contributions to art in the 1980s. Known as “the father of the ‘80s generation,” he was one of the few to continue painting during the prior experimental decade. Áquila offered artist-painters a strategy for pursuing a pictorial profession despite any uncertainties or deficiencies that might exist at the start of their training. Through his analysis of Áquila’s work, Coutinho highlights his composition and form, in which color stands out with such force, that in his judgment, “it suggests an open musicality.” 

Leia esta sinopse em português
Synopsis

O crítico Wilson Coutinho enfatiza, neste artigo, a importância e a contribuição da pintura de Luiz Áquila para a arte dos anos 1980. Áquila, que seria intitulado "pai da geração 80", fora um dos poucos artistas que persistira na pintura na década anterior e, com isso, ofereceria para os artistas emergentes dos anos 80 uma inquietação emocional e amorosa. Áquila teria lhes transmitido uma postura de como enfrentar a pintura, compensando as carências e incertezas de seu processo de formação. Ao analisar a obra de Áquila, Coutinho enfatiza a sua construção compositiva e formal, na qual o colorido ganha destaque e força, concluindo que seus trabalhos "sugerem uma musicalidade aberta".

Revert to English synopsis
Annotations

Luiz Áquila (b. 1943) played a lead role in the “return to painting” and in the consolidation of the “Geração ‘80” in Rio de Janeiro, not only for his pictorial work, but also for his significant efforts as a professor at the Escola de Artes Visuais do Parque Lage.

 

Critic and curator Wilson Coutinho centered his work in Rio de Janeiro, offering significant analysis between 1980 and 2003.

 

[For more on this era in Brazil, also see the following texts in the ICAA digital archive: by Jorge Guinle Filho “Papai era surfista profissional, mamãe fazia mapa astral legal: ‘Geração 80’ ou como matei uma aula de arte num shopping center” (doc. no. 1110971); by Roberto Pontual Explode Geração (Rio de Janeiro: Avenir, 1984) (doc. no. 1110991); and by Frederico Morais “Gute Nacht Herr Baselitz ou Helio Oiticica onde está você?” (doc. no. 1110957)].

Leia este comentário crítico em português
Annotations

Luiz Áquila foi protagonistas do "retorno à pintura" e da formação da Geração 80 no Rio de Janeiro, não apenas por seu trabalho pictórico, mas igualmente por sua ação como professor na Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Wilson Coutinho, crítico e curador atuante no Rio de Janeiro, sobretudo entre a década de 1980 e 2003.

 

c- Geração 80. Mostras. Artistas. Novo universo de valor: volta a pintura, uso da imagem (banal, precário, remanescente); lúdico, citação e paródia

Revert to English annotations
Researcher
Equipe Brasil: Guilherme Bueno
Team
FAPESP, Sao Paulo, Brazil
Location
Acervo Pessoal Guilherme Bueno