Documents of 20th-century Latin American and Latino Art

www.mfah.org Home

IcaadocsArchive

Document first page thumbnail
  • ICAA Record ID
    1110759
    TITLE
    Arte brasileño erudito y arte brasileño popular / Clarival do Prado Valladares
    IN
    Mundo Nuevo : revista proletaria (Buenos Aires, Argentina). -- No. 35 (May. 1969)
    DESCRIPTION
    p. [60]- 68
    LANGUAGES
    Spanish
    TYPE AND GENRE
    Journal article – Essays
    BIBLIOGRAPHIC CITATION
    Valladares, Clarival do Prado. "Arte brasileño erudito y arte brasileño popular." Mundo Nuevo (Buenos Aires, Argentina), no. 35, (May 1969): 60- 68.
    TOPIC DESCRIPTORS
    GEOGRAPHIC DESCRIPTORS
Editorial Categories [?]
Synopsis

According to Clarival Valladares, folk art and fine art both took parallel approaches in terms of the socio-economic divisions in Brazilian society. He describes the internal migration of people from the northeast to the southern part of the country driven by droughts, a journey steeped in cultural references and inadequate civilization. He notes the people’s prayers to Nosso Senhor do Bonfim, and their votive offerings, drawings, paintings and stories, all utterly genuine expressions of traditional arts and crafts. Valladares splits the country into cultural regions: (1) what remained of indigenous folklore; (2) works produced entirely in the northeast; (3) the part of that region between Bahia and Ceará and the leather culture; (4) the area that reflects the São Francisco River culture, which is separate from urban civilization; and (5) southern Brazil, a region unto itself, with several folklore associations. The author explains that the media have wrought changes in the production and consumption of handcrafts. Valladares suggests that fine art was influenced by immigration (from Italy, for example) which blurred the line between high art and traditional art. He goes on to name artists whose work became steeped in folk traditions, such as the sculptor Agnaldo Manuel dos Santos and the painters Dijanira and Alfredo Volpi.

Leia esta sinopse em português
Synopsis

Clarival Valladares observa que a arte popular e a arte erudita brasileira seguiram paralelas diante da divisão sócio-ecônomica que marcou o Brasil. Descreve a saída do imigrante nordestino com destino ao sudeste, fugido da seca, levando signos culturais e carências civilizatórias. Afirma o interesse dos ex-votos, desenhos, pinturas, relatos e objetos produzidos pela devoção ao Nosso Senhor do Bonfim, considerados expressões genuínas de arte popular em contraposição com outros produtos artesanais. Propõe a leitura do folclore basileiro por zonas culturais. Ou seja: 1- o folclore remanescente da cultura indígena; 2- o proveniente da região nordeste como um todo; 3- o proveniente da região nordeste compreendida pelo norte da Bahia até parte do Ceará, com manifestações derivadas da cultura do couro; 4- o folclore procedente da zona compreendida pelo trajeto do Rio São Francisco, que oferece maior desafio para os estudos antropológicos da cultura e da arte, dada sua defasagem com a civilização das grandes cidades; 5- o sul brasileiro, com características próprias e maior número de sociedade folclóricas. Aponta mudanças ocorridas na sociedade produtora e consumidora do artesanato, causadas por novos meios de comunicação e consumo, em detrimento da produção artesanal e do uso doméstico de produtos artesanais. Analisa a formação do que se entende como arte erudita brasileira, indicando entre outros fatores, mudanças trazidas pela imigração italiana, que abrem distancia entre o conceito de arte erudita e arte folclórica. Cita a qualidade da obra de artistas brasileiros eruditos, cuja inovação está fundamentada na arte popular: o escultor Agnaldo Manuel dos Santos, a pintora Dijanira e o pintor Alfredo Volpi.

Revert to English synopsis
Annotations

The critic and historian Clarival do Prado Valladares (1918–83), who was born in Bahia, made significant contributions to the culture of northeastern Brazil and to the region’s socio-cultural makeup and forms of expression. In this essay he stresses how important folk art was to “fine art.” He underscores the enduring nobility of folk art, and includes a map of the country split into cultural regions that place artists and works of art within a national context. He explains the effect of modern art on this scenario.  

 

[As regards other articles by the author, see in the ICAA digital archive “Artesanato e criação estética: tapeçaria de Genaro de Carvalho” (doc. no. 1110696); “A defasagem africana ou crônica do I Festival Mundial de Artes Negras” (doc. no. 1110461); “Hélio de Oliveira, o gravador de Pegis” (doc. no. 1110464); “O negro brasileiro nas artes plásticas” (doc. no. 1110431); “Primitivos, genuínos e arcaicos” (doc. no. 1110439); and the essay co-written with Russell G. Hamilton, “Agnaldo Manoel dos Santos: Origin, Revelation, and Death of a Primitive Sculptor” (doc. no. 1110478)].

Leia este comentário crítico em português
Annotations

O crítico e historiador de arte baiano Clarival do Prado Valladares é autor de significativa contribuição sobre a cultura do Nordeste, tendo tratado da formação do homem nordestino e de suas manifestações sócio-culturais. Clarival Valladares enfatiza a importância da arte popular para a "dita" arte erudita. Nota não ser novidade o enobrececimento da arte quando olha para manifestações populares. O texto apresenta um mapa das manifestações culturais populares e artesanais, identificando artistas e produtos no território brasileiro. Contribui para a compreensão de questões que margeiam a arte moderna brasileira.

 

Ver também: VALLADARES , C. Primitivos Genuinos e Arcaicos.

 

d- Folclore e cultura popular

Revert to English annotations
Researcher
Ricardo Resende
Team
FAPESP, Sao Paulo, Brazil
Location
Arquivo Heloisa Juaçaba