Documents of 20th-century Latin American and Latino Art

www.mfah.org Home

IcaadocsArchive

Document first page thumbnail
Editorial Categories [?]
Synopsis

This article is about the emergence of a group in São Paulo in 1993 that called itself the “Atelier Piratininga.” The members of the group were Ernesto Bonato, Armando Sobral, and Giorgia Volpe. In their early days they were mainly focused on printmaking, but as time went by they expanded their horizons and have now included other engravers and visual artists, such as Ulysses Boscolo and the Estúdio Diálogo graphic design group (that includes Bruno Siqueira, Michel Renó, Marina Faria, Leandro Lobo, and Thiago Candido).

Leia esta sinopse em português
Synopsis

Trata-se do texto de apresentação do coletivo de arte chamado "Atelier Piratininga", fundado em 1993, em São Paulo, por Ernesto Bonato, Armando Sobral e Giorgia Volpe. Voltado prioritariamente para as técnicas da gravura, o grupo atualmente conta com a participação de outros artistas plásticos e gravadores, como Ulysses Boscolo, além de abrigar o coletivo de design gráfico "Estúdio Diálogo", integrado por Bruno Siqueira, Michel Renó, Marina Faria, Leandro Lobo e Thiago Candido.

Revert to English synopsis
Annotations

The “Atelier Piratininga,” the Estúdio Diálogo group, and the promotion and communications agency Círculo 3 share a small house in the Vila Madalena neighborhood in São Paulo. This house has become a group studio where Brazilian and foreign artists work on a variety of projects, including engraving, painting, drawing, photography, video, poetry, and urban educational interventions in the city. The studio recently sponsored the project Lambe-lambe (name given to rustic or street photographers in the very early twentieth century), and produced woodcut blocks to hand-print posters and stick them on walls all over the city of São Paulo. They also organized a project called Vamos Gravar o Rinoceronte de Dürer [Let’s print Dürer’s rhinoceros]; this was an enormous woodcut panel, jointly produced by several artists, which became a landmark work in the debate about contemporary Brazilian printmaking.

Leia este comentário crítico em português
Annotations

O "Atelier Piratininga", conjuntamente com o coletivo "Estúdio Diálogo" e o escritório de promoção e divulgação "Círculo 3" funcionam de modo integrado numa pequena casa da Vila Madalena, em São Paulo onde têm servido de atelier coletivo para artistas brasileiros e estrangeiros em busca do desenvolvimento de projetos em gravura, pintura, desenho, fotografia, vídeo, poesia, ações educativas e intervenções urbanas. O atelier foi responsável, em anos recentes, pelo projeto "lambe-lambe", que consistiu na produção de cartazes feitos em xilogravura, posteriormente impressos a mão e colados sobre muros em diversos locais da cidade de São Paulo. O grupo também coordenou o projeto intitulado "Vamos Gravar o Rinoceronte de Durer", que resultou num grande painel xilográfico feito por diversos artistas e que serviu de pretexto para a reunião e a discussão sobre a produção gráfica brasileira contemporânea.

 

i- A gravura expandida

i- artes gráficas e espaço publico

Revert to English annotations
Researcher
Equipe Brasil: Luiz Armando Bagolin
Team
FAPESP, Sao Paulo, Brazil