Documents of 20th-century Latin American and Latino Art

www.mfah.org Home

IcaadocsArchive

Document first page thumbnail
  • ICAA Record ID
    1110544
    AUTHOR
    Mestre Didi
    TITLE
    Por que Oxalá usa ekodidé
    IMPRINT
    Salvador, Brasil : Fundação Cultural do Estado da Bahia; Cavalareio da Lua, 1982
    LANGUAGES
    Portuguese
    TYPE AND GENRE
    Book/Pamphlet – Short Story
    BIBLIOGRAPHIC CITATION
    SANTOS, Deoscóredes M. dos [Didi]; BRAGA, Lenio (ilus.). Por que Oxalá usa ekodidé. Salvador: Fundação Cultural do Estado da Bahia; Cavalareio da Lua, 1982. 23p.
    ADDITIONAL AUTHORS
    Braga, Lênio (1931 - 1973)
Editorial Categories [?]
Synopsis

This is a story written by the African-Brazilian sculptor Deoscóredes Maximiliano dos Santos, alias Mestre Didi. In it, he recounts a legend from the mystic universe of Candomblé (a fairly widespread Brazilian cult with African roots) about the problems experienced by a devotee of Oxalá (the main deity of the pantheon of Yoruba, the god of all creation). A victim of the intrigues and spells of three jealous women, this servant of Oxalá is expelled from the cult. Thanks to the help she receives from Oxum (the deity of female fertility) she is reinstated in her role as servant of Oxalá. As a coda to the story, Didi explains that Ekodidé is a Nigerian macaw whose red feathers Oxum used to purify the persecuted woman; Oxalá therefore uses the macaw’s red plumage.

Leia esta sinopse em português
Synopsis

Conto de autoria do escultor afro-descendente Deoscóredes Maximiliano dos Santos, conhecido como Mestre Didi. Relata uma lenda pertencente ao universo mítico do Candomblé, religião brasileira de origens africanas. Trata das desventuras por que passou uma fiel servidora de Oxalá, divindade da criação. Vítima das intrigas e feitiços de três mulheres invejosas, a servidora é expulsa da presença de Oxalá. Graças à proteção de Oxum, divindade da fertilidade da mulher, ela é reabilitada e reintegrada ao seu cargo de atendente de Oxalá. Ekodidé se refere a um papagaio da fauna da Nigéria, com cujas plumas vermelhas a divindade Oxum purificou a mulher perseguida. Como reparação à injustiça cometida, Oxalá passa a usar a pena do Ekodidé.

Revert to English synopsis
Annotations

This is a legend from the vast mythological universe of Candomblé, a belief system which is a recurring theme in the work of the African-Brazilian sculptor Mestre Didi, who was initiated into the religious cult when he was eight years old and rose to the upper echelons of the group’s hierarchy. Ever since he was a child he kept the ritual objects he molded and they, in time became sculptures. Mestre Didi took part in one-man shows and group exhibitions in Brazil, Africa, Europe, and America. Through his story books (published in Brazil and subsequently translated into French and Spanish) Mestre Didi sought to disseminate the myths and legends that express the Candomblé cosmogony and world view.  

Leia este comentário crítico em português
Annotations

O documento apresenta uma lenda que integra o amplo universo mitológico do Candomblé presente na obra do escultor afro-descendente Mestre Didi. O artista foi iniciado nessa religião aos 8 anos de idade e ascendeu a elevados postos na hierarquia do Candomblé. Desde a infância, criava objetos rituais que, aos poucos, foi transformando em elaboradas esculturas. Participou de inúmeras exposições individuais e coletivas no Brasil e em países africanos, europeus e americanos. Empenhou-se em divulgar o rico repertório de mitos e lendas que revelam a cosmogonia e a cosmovisão do Candomblé, mediante a publicação de vários livros de contos, editados no Brasil e alguns traduzidos ao espanhol e ao francês.

Ver também: SANTOS, Juana Elbein dos. Mestre Didi.  Poesia mítica e contemporaneidade. Salvador: Éditions Revue Noire, 1997.
SANTOS, Juana Elbein dos. Salvador: Sociedade de Estudos da Cultura Negra no Brasil, 1997.

d1- Arte e religiosidade

d1- Destaque para artistas afro-brasileiros genuínos

Revert to English annotations
Researcher
Equipe Brasil: Carlos Moura; Heloisa Espada (colab.)
Team
FAPESP, Sao Paulo, Brazil
Location
Museu AfroBrasil. São Paulo