Documents of 20th-century Latin American and Latino Art

www.mfah.org Home

IcaadocsArchive

Document first page thumbnail
Synopsis

In this text, critic Prudente de Moraes Neto discusses an article by French writer Benjamin Crémieux published in the Nouvelle Revue Française. In his view, Crémieux fails to give due importance to the unconscious aspect of the artistic process, particularly in the first decade after World War I. The Brazilian critic mentions psychoanalysis since, in his view, both art and dreams are sublimations of repressed desires. Art, for de Moraes Neto, is an individual process and the artist must never be concerned about his audience. The critic warns, though, that art should take pains not to be a mere annotation of dreams, which is usually tedious. Finally, de Moraes Neto states that, though the issues he addresses may be French, they are relevant to the Brazilian context.

Leia esta sinopse em português
Synopsis

O crítico Prudente de Moraes Neto comenta artigo do escritor francês Benjamin Crémieux publicado no periódico 'Nouvelle Revue Française'. Na opinião de Prudente de Moraes, o autor francês não reconhece a importância efetiva do inconsciente no processo de criação artística. Moraes menciona a psicanálise, afirmando que a arte, assim como o sonho, é sublimação de desejos reprimidos. Para Moraes, a arte é função individual e não cabe ao artísta a preocupação com o público. No entanto, ressalva que a literatura como simples anotação de sonhos tende a ser fastigiosa. Por fim, esclarece que essa é uma questão francesa, que pode interessar aos brasileiros.

Revert to English synopsis
Annotations

This document is one of the first texts ever published in Brazil on the importance of the unconscious to the creative process. The literary magazine Estética was published in Rio de Janeiro in 1924 and 1925. Its editorial board consisted of Dutch writer Sérgio Buarque and Brazilian writer Prudente de Moraes Neto, the author of this text. According to researcher Maria Célia de Moraes, most of the writings by those authors on automatic writing and on the application of Freudian concepts to art were published in this magazine. Despite their insistence, though, there was never a full-fledged surrealist movement in Brazil. In the twenties, de Moraes Neto also published texts produced using automatism. De Moraes Neto’s contemporary, writer and critic Mário de Andrade, believed that the surrealist aesthetic was of no relevance to Brazilian art.

Leia este comentário crítico em português
Annotations

O documento aparece destacado por ser dos primeiros textos a evidenciar, no Brasil, a importância do inconsciente no processo de criação artística. A revista literária Estética foi publicada no Rio de Janeiro, de 1924 a 1925, sob direção dos escritores Sérgio Buarque de Hollanda e Prudente de Moraes Neto. De acordo com a pesquisadora Maria Célia de Moraes, ambos demonstravam interesse pela escrita automática e pela aplicação de conceitos da psicanálise freudiana à arte, em textos divulgados a revista 'Estética'. A abordagem de Prudente de Moraes constitui fato isolado e não houve um movimento surrealista no país. Na década de vinte, Prudente de Moraes Neto também publicou textos elaborados a partir da escrita automática. Essas experiências foram desestimuladas pelo escritor e crítico de arte Mário de Andrade, que considerava a estética surrealista inadequada para a arte brasileira.

Ver também: ANDRADE, Mário. Carta a Prudente de Moraes Neto. São Paulo, 25 dez. 1927.

f- Introdução da psicanálise no Brasil

f- Valorização do inconsciente no processo de criação artística

Revert to English annotations
Researcher
Equipe Brasil: Ana Maria Moraes Belluzzo
Team
FAPESP, Sao Paulo, Brazil
Location
Biblioteca do Instituto de Estudos Brasileiros da USP