Documents of 20th-century Latin American and Latino Art

www.mfah.org Home

IcaadocsArchive

Document first page thumbnail
  • ICAA Record ID
    1110332
    AUTHOR
    Vasconcellos, Sylvio de
    TITLE
    Crítica de arte e arquitetura
    NOTES

    Publicado originalmente em:

    O Estado de S. Paulo, São Paulo, 29 jun. 1957. p.46.

    DESCRIPTION
    3p.
    LANGUAGES
    Portuguese
    TYPE AND GENRE
    Book/pamphlet article – Essays
    BIBLIOGRAPHIC CITATION
    VASCONCELLOS, Sylvio de. Crítica de arte e arquitetura. In: XAVIER, Alberto (org.). Depoimento de uma geração: arquitetura moderna brasileira. São Paulo: Cosac & Naify, 2003. p.287-289.
Editorial Categories [?]
Synopsis

In this article Sylvio de Vasconcellos discusses the trend among Brazilian critics (from Edgar Graeff to Mário Pedrosa) to see architecture as art, on a par with other forms of artistic expression. This is, in his opinion, due to the fact that critics are self-taught and have not achieved any measure of specialization, as well as to the need to support modern Brazilian architecture. Vasconcellos refers to the newspaper article in which Pedrosa expounds on a range of the genre’s artistic qualities. Vasconcellos thinks the aspirations and technical factors that contributed to the “architectural form” should not be ignored, though he agrees that the functionality of the concept of a “machine to live in” has encouraged a back-to-front approach that gives greater importance to technical considerations. He believes that an architectural space can provide an experience that reflects a modern life style, but does not see it as ornamentation or a monument to aesthetic beauty. 

Leia esta sinopse em português
Synopsis

Sylvio de Vasconcellos comenta a tendência da crítica nacional (Edgar Graeff e Mário Pedrosa) que considera a arquitetura como arte, ao lado das demais manifestações artísticas. Acredita que isso se deve à existência de uma crítica não especializada e autodidata e à necessidade da afirmação da arquitetura moderna no Brasil, que teria evitado expor algumas de suas deficiências em críticas mais aprofundadas. Cita o artigo de Mário Pedrosa, considerando a proposta de um predomínio de seus aspectos plásticos. Considera que não se devem deixar de lado as motivações e os aspectos técnicos que geraram a forma arquitetônica, mesmo concordando que a funcionalidade da idéia de máquina de morar tenha gerado uma visão deturpada de uma predominância da questão técnica. Acredita no espaço arquitetônico como vivência, que reflita o estilo da vida moderna, e não apenas como um ornamento ou monumento de beleza estética.

Revert to English synopsis
Annotations

This article by the architect Sylvio de Vasconcellos is based on an essay by Mário Pedrosa entitled “Arquitetura e crítica de arte” [see ICAA digital archive (doc. no. 1086553)], in which the latter takes a critical view that gives greater importance to the aesthetic and artistic aspects of modern architecture. Vasconcellos, for his part, believes that the technical and formal aspects should also be taken into account. In his reply, Pedrosa explains that the method he advocates does not ignore those aspects; it merely isolates them in order to allow a deeper examination.

 

[For more discussions on the subject of Brazilian architecture, see by Mário Barata “A arquitetura como plástica e a importância atual da síntese das artes” (doc. no. 1086776) and “A escultura de origem negra no Brasil” (doc. no. 1110424); by Francisco R. Macêdo “Da participação de artistas plásticos na obra de arquitetura e paisajismo” (doc. no. 1086811); by Mário Pedrosa “Reflexões em torno da nova capital” (doc. no. 1086728); and by Lygia Clark “Uma experiência de integração” (doc. no. 1085817)].

Leia este comentário crítico em português
Annotations

Esse artigo do arquiteto Sylvio de Vasconcellos é gerado pelo texto de Mário Pedrosa "Arquitetura e crítica de arte", no qual este toma partido por uma crítica que privilegie a questão estética e artística da arquitetura moderna. Vasconcellos acredita que os aspectos funcionais e técnicos devem ser considerados em conjunto. Pedrosa esclarecerá, em uma réplica, que o método proposto não descarta tais aspectos, mas apenas os isola para permitir um aprofundamento da análise.

 

Ver também:

PEDROSA, M. Arquitetura e crítica de arte - I. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 22 fev. 1957.

 

g- Formação do pensamento crítico sobre arquitetura moderna no Brasil

Revert to English annotations
Researcher
Equipe Brasil: Marco Andrade
Team
FAPESP, Sao Paulo, Brazil
Location
Acervo Pessoal Ana Maria Belluzzo