Documents of 20th-century Latin American and Latino Art

www.mfah.org Home

IcaadocsArchive

Document first page thumbnail
Editorial Categories [?]
Synopsis

This is a promotional pamphlet for the course on Industrial Design at the IAC (Instituto de Arte Contemporânea) at the Museu de Arte de São Paulo. It offers information on the first and second years of study, optional courses, and the professors assigned to teach each course. It presents the ideals of the school, and it states that its objective is to prepare students for the social practice of an industrial design that seeks to create objects and tools appropriate for a “progressive spirit” and “contemporary tastes.” It affirms that the IAC works to unify diverse aesthetic manifestations of modern life through the collaboration of appropriate industries so that new proposals of form may be adopted.

Leia esta sinopse em português
Synopsis

Folheto de divulgação do curso de desenho industrial do Instituto de Arte Contemporânea (IAC) do Museu de Arte de São Paulo. O documento informa sobre disciplinas do primeiro e segundo ano, matérias opcionais e membros da congregação responsável pelo curso. Apresenta os ideais que regem a escola, cujo objetivo é preparar jovens cientes da função social do desenhista industrial, capazes de criar objetos adequados ao "espírito de progresso" e ao "gosto contemporâneo".  O folheto afirma que o IAC pretende dar unidade às manifestações estéticas da vida moderna e pede a colaboração da indústria através da adoção das novas propostas formais.

Revert to English synopsis
Annotations

The Instituto de Arte Contemporânea (IAC) was housed in the Museu de Arte de São Paulo (MASP) (1951–53), and was one of the first initiatives to systematize education in modern industrial design in Brazil. It offered a course on the history and contemporary state of culture in the city of São Paulo, which at that time was exerting its influence on industry. The curriculum was created by Pietro Maria Bardi (the director of the museum) and architect Lina Bo Bardi, both founders and coordinators of the IAC, where they also taught courses that defended modern tastes and processes that were compatible with the machine age; ideals that were also upheld by HABITAT magazine, a publication of the MASP. The pamphlet most likely dates from 1950, when registration (for courses) first began. The IAC’s students who went to become names in Brazilian design include Alexandre Wollner, Maurício Nogueira Lima, Antônio Maluf, Estella Adonis and Emilie Chamie. From its founding in 1947, the MASP sought to create a local public that was receptive to modern art, offering a broad educational program with shows on the history of art, conferences, courses, and exhibitions by artists such as Le Corbusier, Alexander Calder, Max Bill, and Paul Klee.

Leia este comentário crítico em português
Annotations

O Instituto de Arte Contemporânea (IAC) funcionou entre 1951 e 1953 no Museu de Arte de São Paulo (Masp). Foi uma das primeiras iniciativas no sentido de sistematizar o ensino do moderno desenho industrial no Brasil. O curso era apresentado como uma iniciativa necessária ao desenvolvimento e à atualização cultural da cidade de São Paulo que, na época, vivia intenso processo de expansão industrial. O programa do curso foi provavelmente redigido pelo diretor do museu Pietro Maria Bardi e pela arquiteta Lina Bo Bardi, fundadores e coordenadores do IAC. Ambos lecionavam no instituto e atuavam como defensores do gosto moderno e de procedimentos artísticos compatíveis com a era da máquina, divulgando artigos pela revista Habitat, publicada pelo Masp. O folheto de divulgação do IAC circulou provavelmente em 1950, data em que foram abertas as inscrições para o curso de desenho industrial. A escola formou alunos que se tornaram nomes expressivos do design nacional como Alexandre Wollner, Maurício Nogueira Lima, Antônio Maluf, Estella Adonis e Emilie Chamie. Desde sua fundação, em 1947, o Masp dedicou-se à formação de um público local para recepção da arte moderna. Desenvolveu amplo projeto educativo que compreendia mostras didáticas de história da arte, conferências, cursos e exposições de artistas contemporâneos tais como Le Corbusier, Alexandre Calder, Max Bill e Paul Klee.
Sobre o assunto, ver também:
[BARDI, Pietro Maria & BARDI, Lina Bo?]. Uma Escola de Desenho Industrial para o Museu de Arte. Texto datilografado, [1950?];
BARDI, Lina Bo. Vitrinas. Habitat. São Paulo, n. 5, p. 30, [1951?];
HAAR, Leopold. Plásticas Novas. Habitat. São Paulo, n. 5, p. 57, [1951?];
RUCHTI, Jacob. Instituto de Arte Contemporânea. Habitat. São Paulo, n. 3, p. 62, 1951

 

g- Arte, produção e desenvolvimento industrial. Desenho gráfico e industrial

g- Iniciativas institucionais, profissionalização e organização da cultura

Revert to English annotations
Researcher
Heloisa Espada
Team
FAPESP, Sao Paulo, Brazil
Location
Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand