Documents of 20th-century Latin American and Latino Art

www.mfah.org Home

IcaadocsArchive

Document first page thumbnail
  • Registro ICAA
    1111145
    AUTOR
    Patira, Bartolomeu
    TÍTULO
    Wapté Mnhõnõ
    NOTAS
    Documento em formato vídeo.
    IMPRENTA
    [S.l.] : [s.n.], 1999
    DESCRIPCIÓN
    75 minutes
    TIPO Y GÉNERO
    vídeo – documentário
    CITA BIBLIOGRAFICA
    PATIRA, Bartolomeu ; PRODOTI, Jorge; SUYÁ, Winty; TSEREWAHÚ, Divino; WAIASSÉ, Caimi. Wapté Mnhõnõ. [S.l.], 1999. (Vídeo nas Aldeias). Vídeo.
    DESCRIPTORES GEOGRÁFICOS
    OTROS AUTORES
    Prodoti, Jorge; Suyá, Winty; Tserewahu, Divino; Waiassé, Caimi
Resumen

El resumen de este documento será subido próximamente.

Leia esta sinopse em português
Resumen

Documentário sobre a iniciação dos jovens Xavante, realizado durante as oficinas de capacitação do projeto Vídeo nas Aldeias, projeto coordenado pela documentarista Mari Correia, em parceira com a Comissão Pró-Índio, do Acre (CPI-AC) e financiado pela NORAD, Norwegian Agency for Development Cooperation. Divino Tserewahú, da aldeia Xavante de Sangradouro, em Mato Grosso, convida quatro Xavantes e um Suyá, para a realização desse documentário. Pela primeira vez, xavantes e suyrás realizam um trabalho coletivo. Durante o registro do ritual, diversos membros da aldeia Xavante elucidam o significado dos segmentos da cerimônia.

Vuelva a la sinopsis en español
Comentarios críticos

Los comentarios críticos de este documento serán subidos próximamente.

Leia este comentário crítico em português
Comentarios críticos

A filmagem da festa, ritual de furação de orelha na aldeia Sangradouro, foi justificada por Winti Suyá, um de seus cinegrafistas, da seguinte maneira: "Tem que mostrar a cultura de outro para outro, para ele reconhecer como que é a festa dele, como que é a cultura, a língua... né?". Segundo o estudioso Jean Claude Bernardet, tal ótica representa uma filosofia da alteridade, já que o cinegrafista Winti Suyá vê os "outros", os Xavantes, a partir de Sangradouro, onde se realiza a festa e a filmagem, bem como vê a si próprio e à sua aldeia, dos Suyá, como o "outros" dos Xavantes. O Projeto Vídeo nas Aldeias promove, há quatorze anos, o trabalho de instrumentalização indígena para sua auto-representação. Sua proposta é tornar o vídeo um instrumento de expressão da identidade indígena. O projeto procura estimular o intercâmbio de imagens e informações entre os povos, equipando as comunidades indígenas com aparelhos de vídeo e capacitando para seu uso. Divino Tserewahú é também autor de outros quatro documentários.

 

Ver também:

SCHULTZ, Harald. Fazendo uma flecha, 1960 (documentário sobre os Suyá)

 

d2- Registros videográficos por povos índígenas

Vuelva al comentario crítico en español
Investigador
Equipe Brasil: Fernanda Pitta; Carlos Moura (colab.)
Equipo
FAPESP, São Paulo, Brasil
Localización
Instituto Socioambiental