Documents of 20th-century Latin American and Latino Art

www.mfah.org Home

IcaadocsArchive

Document first page thumbnail
  • Registro ICAA
    1111111
    TÍTULO
    Hipermídia : o labirinto como metáfora / Arlindo Machado
    IN
    A arte no século XXI: a humanização das tecnologias. -- São Paulo: Editora Unesp Fundação, 1997.
    DESCRIPCIÓN
    p. 144-154
    IDIOMAS
    Portugués
    TIPO Y GÉNERO
    Artículo de libro/folleto – Ensayos
    CITA BIBLIOGRAFICA
    Machado, Arlindo. "Hipermídia : o labirinto como metáfora." In A arte no século XXI : a humanização das tecnologias, 144-154. São Paulo : Unesp, 1997.
Resumen

El resumen de este documento será subido próximamente.

Leia esta sinopse em português
Resumen

Arlindo Machado analisa a interatividade dos meios tecnológicos e observa, citando Raymond Williams, que ela não pode ser confundida com mera resposta reativa (escolha entre opções previamente definidas). A interatividade implicaria em respostas autônomas, criativas e não previstas. No limite, significaria a substituição dos pólos emissor-receptor pela idéia de agentes intercomunicadores. A discussão da interatividade, frisa Machado, não foi colocada pela informática mas esta estaria oferecendo um aporte técnico ao problema. As memórias de acesso aleatório e armazenamento não lineares do computador possibilitariam uma recuperação interativa dos dados armazenados. Essa característica traria aos artistas a possibilidade de fazer uma arte combinatória e potencial, com seus elementos e leis de permutação definidas por algoritmo combinatório. A obra se realizaria apenas no ato da leitura/fruição e em cada uma das vezes assumiria forma diferente, conforme seu leitor. A hipermídia aproveita a arquitetura não linear das memórias do computador para viabilizar obras "tridimensionais", dotadas de uma estrutura dinâmica que as torna manipuláveis interativamente. Sua metáfora seria a do labirinto por este ter estrutura intrincada e descentrada. Mesma forma do chip, que seria o ícone por excelência da complexidade em nosso tempo. O autor trata ainda das características do labirinto e cita várias obras de arte que utilizam estrutura labiríntica e/ou hipermidiática.

Vuelva a la sinopsis en español
Comentarios críticos

Los comentarios críticos de este documento serán subidos próximamente.

Leia este comentário crítico em português
Comentarios críticos

Arlindo Machado é um dos principais teóricos e historiadores da arte tecnológica ou eletrônica em atividade no Brasil. Professor do Depto. de Cinema, Rádio e Televisão da ECA-USP, tem extensa produção científica e vários livros sobre o tema. Exerce também atividades de curadoria, tendo organizado mostras como "A Arte do Vídeo no Brasil" (MAM-RJ, 1997) e "Brazilian Video" (Washington, EUA).

 

l- Arte e tecnologia digital. Poéticas digitais

l- Cinema

Vuelva al comentario crítico en español
Investigador
Equipe Brasil: Angelica de Moraes
Equipo
FAPESP, São Paulo, Brasil
Localización
Serviço de Biblioteca e Documentação ECA/USP