Documents of 20th-century Latin American and Latino Art

www.mfah.org Home

IcaadocsArchive

Document first page thumbnail
Resumen

El resumen de este documento será subido próximamente.

 

Leia esta sinopse em português
Resumen

Nota publicada na 'Revista de Antropofagia' sobre a presença do poeta surrealista francês Benjamin Péret no Brasil. O texto afirma a importância da descoberta do inconsciente e se refere ao surrealismo como um movimento pré-antropofágico. Festeja o caráter subversivo do surrealismo e a presença de Péret no Brasil, considerando-o como antropófago.

Vuelva a la sinopsis en español
Comentarios críticos

Los comentarios críticos de este documento serán subidos próximamente.

Leia este comentário crítico em português
Comentarios críticos

O documento explicita a admiração de Cunhabebinho, provavelmente um dos pseudônimos do escritor Oswald de Andrade, pelo surrealismo. Cunhabebinho é o diminutivo de Cunhambebe, importante chefe indígena Tupinambá, no Brasil do século XVI. O texto expõe também a boa acolhida do poeta francês Benjamin Péret por parte dos escritores que integravam o movimento antropofágico no Brasil. Há pontos em comum entre a postura adotada pelos artistas antropófagos e os surrealistas, tais como a valorização do homem primitivo e a contestação de paradigmas morais e cristãos. Diversos textos publicados na 'Revista de Antropofagia', que circulou em 1928 e 1929, citam o surrealismo e o psicanalista Sigmund Freud. Benjamin Péret viveu no Brasil entre 1929 e 1931, e de 1955 a 1956, tendo realizado excursões etnográficas ao Norte e Nordeste do país. O poeta francês publicou poemas na 'Revista de Antropofagia'.

Ver também: ANDRADE, Oswald. Manifesto Antropofágico. Revista de Antropofagia, São Paulo, ano 1, n. 1, maio 1928.

f- Vertente antropofágica

Vuelva al comentario crítico en español
Investigador
Equipe Brasil: Heloisa Espada
Equipo
FAPESP, São Paulo, Brasil
Localización
Biblioteca do Instituto de Estudos Brasileiros da USP